Tempo frio e pele seca? Nem sempre

0
496
Tempo frio e pele seca? Nem sempre
Tempo frio e pele seca? Nem sempre

No inverno temos um ar mais seco, geralmente tomamos menos água, transpiramos menos, além daqueles banhos mais quentinhos e demorados, não é mesmo? Todos estes fatores contribuem para o ressecamento de nossa pele.
Em condições de tempos mais frios e consequentemente mais secos nossa pele fica com aspecto “russo”, aquele esbranquiçado, isso porque as proteínas da pele vão se desnaturalizando, ou seja, perdem suas propriedades. Todos nós sabemos que devemos beber em média 2 litros de água por dia, porém muitos encontram dificuldades em cumprir esta missão, no inverno apesar do clima seco, a ingestão de água é uma tarefa ainda mais difícil. O consumo de água é extremamente importante para todo o corpo e para a manutenção da pele hidratada. Se você encontrada dificuldades em ingerir água suficiente para hidratar todo o corpo busque soluções alternativas como, complementar com o consumo de chás claros ou de frutas.
Nossa pele possui uma barreira chamada manto hidrolipídico (hidro – porção hídrica, ou seja liquido da pele e lipídica – porção lipídica, ou seja, óleo da pele) somado a outras substâncias que protegem a pele de agressões externas. Segundo a dermatologista Seomara Catalano, coordenadora da pós-graduação em dermatologia das Faculdades BWS, este manto funciona como uma armadura, porém, uma armadura muito frágil. No inverno, como consumimos menos líquido e suamos menos, esta barreira fica enfraquecida e sofre ainda mais com os banhos quentes, uso de buchas e sabonetes. Assim, acabamos por remover toda oleosidade natural da pele. Então, é intuitivo que para manter uma pele hidratada naturalmente precisamos ingerir bastante água e também investir numa boa alimentação. Se aquele dito popular que diz que somos o que comemos, então precisamos ser saudáveis e mais naturais, com alimentação rica em vitaminas e minerais que neutralizam os radicais livres, prevenindo o envelhecimento da pele. As frutas ricas em vitamina C, como o morango, a laranja, a mexerica, o limão e a cereja, entre outras;  e vegetais, como o brócolis, o repolho e a cenoura, são exemplos de alimentos para esta estação, destaca a Sociedade Brasileira de Dermatologia.
Os cosméticos também podem se aliar aos cuidados com a pele nesta estação, mas é necessário se atentar a alguns cuidados, como, ter um creme facial e outro corporal, pois as concentrações e espessuras de cremes faciais e corporais são bem diferentes.
A Dra. Samantha, indica para face os hidratantes de toque seco específicos para peles secas; já para as peles de mista a seca, podem apostar nas loções ou cremes. No corpo, prefira cremes hidratantes a óleos, pois os óleos corporais não penetram a pele, sua hidratação é apenas superficial. Use o hidratante de preferência após o banho aproveitando aquele vaporzinho para melhor absorção da pele. E para os lábios, que também sobrem no tempo frio, hidrate com a famosa manteiga de cacau, para assim evitar rachadoras e lesões. E jamais se esqueça de usar o filtro solar, mesmo no inverno onde o sol parece mais fraco, aconselha a dermatologista. Hoje no mercado existem opções bem bacanas de cremes de banho, próprios para uso debaixo no chuveiro. Porém, segundo a dermatologista, se a pela permanecer seca reforce sua hidratação.

Fonte: http://www.sbd.org.br/dermatologia/pele/cuidados/cuidados-com-a-pele-no-inverno/

Fonte: https://mdemulher.abril.com.br/saude/hidratar-pele-no-inverno-saude-doencas/

Fontes: https://mdemulher.abril.com.br/beleza/guia-da-hidratacao-da-pele-no-inverno/